Estudantes se apresentam em mostra de dança na Assembleia Legislativa

Como parte das comemorações pelo Dia Internacional da Dança (29 de abril), estudantes da rede estadual estão participando da 5ª Mostra de Dança da Assembleia Legislativa da Bahia (Alba), em realização até às 18h desta quinta-feira (4), no auditório da instituição, em Salvador. Eles integram o projeto de Dança Estudantil (Dance), da Secretaria da Educação do Estado, e apresentam coreografias com estilos distintos, que expressam atitudes e refletem a cultura brasileira.

Protagonizar a apresentação ‘Mix de África’ e ‘Empoderamento’ foi um momento inesquecível para a estudante Gyselle Islanda Lima, 15 anos, 8º ano, do Colégio Estadual Elizabeth Chaves Veloso. “É uma energia muito boa e até dá um frio na barriga. Sempre acontece uma troca de experiência enriquecedora e maravilhosa e eu aproveito para aprender e observar outros grupos”.  A coordenadora dos projetos intersetoriais da Secretaria da Educação, Nide Nobre, explica que “a arte, a cultura e a dança, em particular, são expressões da pluralidade de mecanismos simbólicos e de inclusão artística e cultural. A dança é entendida como um processo artístico educativo, uma forma de comunicação e de expressão das distintas formas de manifestação cultural”.

mostra Alba
Os alunos integram o projeto de Dança Estudantil (Dance), da Secretaria da Educação do Estado.
(Fotos: Daniel Ferreira)

Segundo ainda Nobre, “assim como acontece com a linguagem, a dança, como área de conhecimento com suas teorias, conceitos e sentidos distintos, expressa, no corpo, a pluralidade cultural das sociedades. Nas escolas constitui-se como o lugar das distintas linguagens artísticas voltadas para a ação emancipatória. E estar aqui, participando desta vivência, é de suma importância para os nossos estudantes”.

Quem não participou dançando, foi até a Alba prestigiar os colegas. Foi o caso de Érica Medeiros Góes, 7º ano do Colégio Estadual Ruben Dário. Na plateia, ela ficou com olhos atentos e admirados a cada coreografia. “Eu amo dança. Quero estudar dança e ser uma dançarina profissional. Gosto de pesquisar sobre o significado, as expressões corporais, como surgiu. Estou amando estar aqui. Espero voltar neste auditório para dançar tão lindo quanto meus colegas que estão no palco”.

mostra Alba

Alexandre Vinicius Teixeira, 16, do Colégio Estadual Kleber Pacheco, também foi prestigiar a apresentação dos amigos. “Dançar é encantador. Sempre que posso vou assistir apresentações de amigos. Gosto de prestigiar a dança e aqui estou vendo vários ritmos”. Os estudantes Carolaine Santos,15, e Matheus Conceição, 15, do 1º ano, também falaram sobre a oportunidade. “Estar aqui é aprofundar nossos conhecimentos sobre a dança, uma forma de nos estimular no estudo da arte e a movimentar o corpo”, pontua Caroline. “Está sendo muito divertido. Tudo muito colorido e as músicas bem jovens e conhecidas”.

A professora Valdinéia Souza, do Colégio Estadual Ruben Dário, avalia a atividade como uma contribuição para o processo de ensino e aprendizagem dos estudantes. “Está sendo bem construtivo para os alunos estarem aqui. Para muitos, isso é uma novidade. Vejo alguns com olhinhos brilhando a cada apresentação. O evento é um grande incentivo para a escolha da arte como profissão e um estímulo para que os estudantes possam participar dos projetos estruturantes que oferecemos”, acredita.

Fonte: Ascom/Secretaria da Educação do Estado

Comentários

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *