Ranking da Folha de São Paulo classifica administração de Feira como eficiente

A administração de Feira de Santana foi avaliada como eficiente pelo Ranking de Eficiência dos Municípios – Folha, divulgado no sábado passado, pelo jornal Folha de São Paulo, um dos mais respeitados do país. O índice 0,504 a pôs na 1.205º posição entre os 5.570 municípios brasileiros. Entre as cidades com mais de 500 mil habitantes, Feira está na 12ª posição em todo o país, a frente de capitais como Curitiba e Recife.
Na Bahia, Feira de Santana foi o melhor avaliado entre os grandes municípios – acima de 300 mil habitantes. Os municípios foram classificados como ineficiente, pouca eficiência, alguma eficiência e eficiente. Apenas 24% deles atingiram a escala da eficiência, que souberam usar os recursos disponíveis.
O ranking destaca quem mais oferece aos seus habitantes serviços nas áreas da educação, saúde e saneamento básico gastando menos. Na educação, a administração municipal investe 28% do que arrecada – a média no Brasil chega a 32%; à saúde são destinados 36%, quando no país este índice chega a 24%; e as transferências públicas para o Legislativo é de 2%, quando a média nacional chega a 4%.
Pela Constituição, os municípios são obrigados a gastar 25% do que arrecada na educação e 15% da sua receita na saúde.
Outro ponto medido é o funcionalismo. O REM-F aponta que quanto maior o percentual de aumento dos servidores entre 2004 e 2014 pior é a eficiência das prefeituras nas áreas mensuradas. Nas cidades consideradas eficientes a taxa ficou em 48%, mas em Feira, este índice foi de 46%.
Em Feira, existe 1,4 funcionários municipais para cada grupo formado por cem mil habitantes – a média nacional passa de 5.
Fonte: PMFS
Comentários

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *